Como saber o lucro de uma empresa?

A tabela abaixo mostra um exemplo de DRE com os lançamentos mais comuns (passe o mouse sobre cada conta para mais explicações).

RECEITA BRUTA
(-)Deduções (abatimentos, impostos, etc.)
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA
(-)Custo de Produtos Vendidos
RESULTADO BRUTO
(-)Despesas Operacionais
(-/+)Encargos financeiros líquidos
(-)Despesas não operacionais
(+)Receitas não operacionais
RESULTADO ANTES DOS IMPOSTOS
(-)Impostos
RESULTADO LÍQUIDO

A Demonstração de Resultados do Exercício (DRE) mostra qual foi o resultado da empresa em suas oerações. Basicamente, representa uma análise do que a empresa gastou e recebeu e quanto sobrou ao final do período.

Para se fazer uma DRE a empresa começa pelo valor total que recebeu com suas vendas e vai descontando despesas com impostos, matéria prima, vendas, pagamento de juros chegando ao resultado final de lucro (ganhou dinheiro) ou prejuízo (perdeu dinheiro).

A DRE é feita seguindo o Regime de Competência, por isso, ela considera a data dos fatos geradores. Isto quer dizer que na DRE pode estar lançado o recebimento de um valor de vendas que na verdade foi feito a prazo e cujo dinheiro ainda não foi recebido.

Além disso, o resultado da DRE pode ser influenciado pelos lançamentos sem efeito caixa (como as amortizações) em que a empresa considera uma despesa no período de apuração da DRE, mas que na verdade ocorreu bem antes.

Através da análise da DRE o investidor pode ter uma idéia dos resultados da empresa e de onde vem os maiores ganhos. Algumas empresas podem ter prejuízo com suas operações, mas ganharem dinheiro com aplicações financeiras (o que não é sua atividade fim), obtendo lucro ao final. Se a empresa só ganha dinheiro devido a fatores alheios à sua atividade principal, ela provavelmente não é uma boa empresa.

Analisando o Balanço Patrimonial, o investidor pode conhecer a situação patrimonial da empresa. Analisando a DRE o investidor passa a ter uma idéia de como a empresa ganha e gasta seu dinheiro e se ao final consegue ter bons resultados. Por fim, para eliminar provavéis distorções oriundas dos lançamentos sem efeito caixa e saber se realmente entra dinheiro na empresa, o investidor deve analisar a Demonstração de Fluxo de Caixa.

Leia os outros artigos da série de Introdução à Contabilidade:

Compartilhe este artigo:

TwitterFacebookGoogle+BufferPin It