Bancos emprestam dinheiro para bancos!

Existe no sistema financeiro brasileiro um mercado onde só instituições financeiras participam, o chamado mercado interbancário.

Neste sistema, instituições com dinheiro sobrando emprestam a instituições que estão precisando de dinheiro.

Da mesma forma que um investidor empresta dinheiro ao banco e adquire um Certificado de Depósito Bancário (CDB), o banco que empresta dinheiro (depositante) adquire Certificados de Depósito Interbancário (CDI) de um banco que pega o dinheiro emprestado (depositário).

Certificado de Depósito Interbancário

Normalmente esses empréstimos duram apenas um dia e são remunerados por uma taxa chamada de Depósito Interfinanceiro (DI). É a taxa DI que baliza os investimentos que têm seu rendimento atrelado ao CDI/DI.

A taxa DI costuma sempre ser muito próxima à taxa Selic. O Selic é um sistema que, além das instituições financeiras, também inclui o governo. Como o governo é o tomador de dinheiro que oferece o menor risco do mercado e possui a melhor liquidez:

  • Bancos não podem cobrar juros mais altos do que o governo no mercado interbancário, senão os outros bancos pegarão dinheiro emprestado com o governo.
  • Bancos não podem oferecer pagar juros mais baixos do que o governo senão os outros bancos só emprestarão dinheiro ao governo, pois é o empréstimo de menor risco.

QUAL O RENDIMENTO DO CDI?

A taxa DI é calculada fazendo-se uma média de todos os empréstimos realizados em um dia no sistema interbancário. Normalmente ela é divulgada em valores anuais, fazendo-se a conversão de taxas.

A instituição que realiza o cálculo do DI e divulga ao mercado é a CETIP, você pode conhecer o valor do DI/CDI acessando o site da mesma ou através de outros sites que divulguem índices financeiros.

Compartilhe este artigo:

TwitterFacebookGoogle+BufferPin It