Aprenda a calcular o Imposto de Renda nas operações com Fundos Imobiliários!

A alíquota de Imposto de Renda sobre venda de cotas de Fundos de Investimento Imobiliário (FII) é de 20% sobre o lucro.

O investidor que realiza venda de cotas de FII deve computar mensalmente o resultado das suas operações para verificar quanto deve pagar de Imposto. O prazo para o pagamento é até o último dia útil do mês seguinte.

Não existe isenção para vendas abaixo de R$20.000,00 como ocorre nas ações!

Para computar o resultado de suas operações o investidor deve considerar o preço médio das cotas, que equivale ao somatório dos valores pagos por todas as cotas (incluindo corretagem e taxas), dividido pelo número total de cotas:

  • Compra de 10 cotas ABCD11 pelo preço de R$10,00 no dia 01/01
  • Compra de 10 cotas ABCD11 pelo preço de R$15,00 no dia 05/01
  • O preço médio será : R$250,00/20 = R$12,50

Assim, se o investidor vender suas cotas por R$13,00, o resultado será um lucro de R$0,50 por cota ou R$10,00 no total.

O investidor que opera cotas de FII deve estabelecer uma rotina de apuração de resultados, computando todo final de mês os resultados de suas operações. É importante lembrar que:

  • Prejuízos podem ser compensados nos meses seguintes
  • O imposto só poderá ser pago quando somar um valor acima de R$10,00
  • Para pagar o Imposto, o investidor deve preencher a DARF com o código 6005
  • Não há qualquer isenção para ganhos na operação de cotas de FII

Uma boa rotina consiste em, ao final de cada mês:

  • Compute o resultado das operações, observando FII por FII
  • Em caso de prejuízo, anote o valor.
  • Em caso de lucro compute 20% do valor do lucro
  • Se o valor for abaixo de R$10,00, anote o valor para utilizá-lo no mês seguinte
  • Se for acima de R$10,00, preencha a DARF e pague o Imposto até o último dia útil do mês seguinte

No mês seguinte:

  • Compute o resultado das operações
  • Em caso de lucro, subtraia o prejuízo do mês anterior (se houver) antes de calcular o imposto
  • Em caso de prejuízo, anote o valor.
  • Compute 20% do valor do lucro e some com o valor menor de R$10,00 do mês anterior (se houver)
  • Se o valor continuar abaixo de R$10,00, anote o valor para somá-lo no mês seguinte
  • Se for acima de R$10,00, preencha a DARF e pague o Imposto até o último dia útil do mês seguinte

DOCUMENTO DE ARRECADAÇÃO DE RECEITAS FEDERAIS (DARF)

DARF

Para pagar o imposto será preciso preencher uma DARF e efetuar o pagamento até o último dia útil do mês seguinte. A Receita Federal disponibiliza um programa, o SICALCWEB, que facilita o preenchimento e emissão da DARF.

  • CAMPO 01: preencha com nome e telefone
  • CAMPO 02: é o último dia do mês considerado para cálculo do imposto
  • CAMPO 03: CPF
  • CAMPO 04: 6015
  • CAMPO 05: em branco
  • CAMPO 06: último dia do mês seguinte ao da apuração
  • CAMPO 07: valor do imposto
  • CAMPO 08: multa em caso de ataso no pagamento
  • CAMPO 09: juros em caso de atraso
  • CAMPO 10: valor total a ser pago

Compartilhe este artigo:

TwitterFacebookGoogle+BufferPin It