Conheça os tipos de Fundos de Investimento Imobiliários

Não existe uma classificação oficial para os Fundos de Investimento Imobiliário, mas é possível classificá-los de acordo com alguns critérios:

  • Objetivo do Fundo
  • Tipo de Gestão
  • Duração do Fundo
  • Tipo de ativo em que o fundo investe

OBJETIVO DO FUNDO

Assim como o investidor em imóveis pode optar por ganhar com o aluguel ou com a venda do seu imóvel, nem todos os Fundos de Investimento Imobiliário tem o mesmo objetivo. Neste critério, podemos classificar os FII em 4 tipos:

  • Fundos de Renda
  • Fundos de Incorporação e Desenvolvimento
  • Investimento em ativos Financeiros
  • Fundos de Fundos

Fundos de Renda

O objetivo desses fundos é auferir renda a partir do aluguel dos imóveis. Normalmente, ao iniciar, o fundo capta dinheiro para adquirir alguns imóveis e depois passa a alugá-los, distribuindo a renda oriunda dos aluguéis para os investidores.

Fundos de Incorporação e Desenvolvimento

São fundos que inicialmente captam dinheiro para a construção de um imóvel. O objetivo final pode ser alugar ou revender com lucro. Durante o período em que ocorre a construção e o undo não tem renda, é comum haver a distribuição de um valor conhecido como Renda Mínima Garantida.

Fundos de investimento em ativos Financeiros

Esstes FII captam dinheiro para depois adquirirem instrumentos financeiros relacionados ao mercado imobiliário como CRI e LCI.
Por terem grande quantidade de capital, estes Fundos tem acesso a mais opções e melhores taxas do que o pequeno investidor teria, além de investirem em diversos ativos financeiros ao mesmo tempo, gerando uma diversificação interna ao Fundo.

Fundos de Fundos

Estes FII compram e vendem cotas de outros FII. Suas receitas vêm do ganho na negociação das cotas e do rendimento distribuido pelos FII cujas cotas ele possui.

TIPO DE GESTÃO

O gestor de um FII normalmente é uma empresa responsável por cuidar dos imóveis do FII, procurar inquilinos, negociar aluguéis e tomar decisões que afetem ao fundo. Existem dois tipos de gestão:

  • Gestão Ativa
  • Gestão Passiva

A principal diferença entre os dois tipos de gestão esta na autonoomia que o gestor possui em relação aos imóveis.

Gestão Ativa

Nos fundos de Gestão Ativa, o gestor do fundo tem autonomia para comprar e vender imóveis sem ser necessário a aprovação pela assembléia de cotistas.

Fundos de Gestão Ativa costumam ter uma grande rotatividade de imóveis pois, além de buscar a renda com aluguéis, o gestor do fundo procura vender imóveis valorizados e adquirir imóveis com potencial de valorização.

Outras decisões que envolvem o dinheiro do Fundo, como reforma de imóveis, também fica a cargo do gestor, sem a necessidade da aprovaçao dos cotistas.

Gestão Passiva

Nos fundos de Gestão Passiva o gestor não tem autonomia e depende da assembléia de cotistas para a tomada de decisões que não envolvam questões rotineiras do imóvel.

Nesses fundos, o gestor cuida apenas dos contratos de aluguel, novos inquilinos, etc. Em situações como compra e venda de imóveis e reformas significativas, o gestor apresenta opções e a assembléia de cotistas toma a decisão final.

DURAÇÃO DO FUNDO

Fundos de Investimento Imobiliário podem ter:

  • Duração inderteminada
  • Data de término

Duração Indeterminada

A maioria dos FII possui duração inderteminada, o que significa que eles não têm data para acabar e continuarão a existir até que haja uma decisão em acordo com os cotistas de fechá-lo.

Prazo de término

FII que possuem data de término costumam ter objetivos bem específicos, como explorar uma provável valorização imobiliária em determinado setor durante um período. Durante seu período de existência, estes Fundos vão devolvendo o dinheiro investido em forma de amortização junto com os rendimentos.

No término do período, o Fundo deixa de existir, vendendo todos os imóveis ou ativos financeiros que possuia.

Fundos com prazo de duração são Fundos que exigem atenção antes da compra de cotas, especialmente se o Fundo já existir há algum tempo, pois será preciso calcular o valor justo a ser pago pela cota levando-se em consideração o valor já amortizado, quanto falta amortizar e possíveis rendimentos. Informações que nem sempre estarão disponíveis.

TIPO DE ATIVO

Uma classificação que se tornou comum é dividir os FII pelo tipo de ativo em que eles investem seu dinheiro:

  • Fundos de Tijolo
  • Fundos de Papel

Fundos de Tijolo

Esses são os FII que investem em imóveis reais e ganham com a renda de aluguel ou venda com lucro.

Nos FII de tijolo o investidor pode, além de ganhar com a renda de aluguéis, ver o preço das cotas acompanhar a valorização dos imóveis do Fundo.

Fundos de Papel

Fundos de papel são aqueles que investem em ativos financeiros do mercado imobiliário e os Fundos que investem em cotas de outros Fundos (Fundo de Fundos).

Nos Fundos de Papel o investidor ganha com o pagamento de juros e não há valorização do principal.

Compartilhe este artigo:

TwitterFacebookGoogle+BufferPin It