Qual é a importância do Valor Inicial de uma aplicação?

Aplicação Inicial Grau de risco No mês Mês anterior No Ano Últimos 12 meses
R$100.000,00 baixo 0,24 1,09 0,24 12,31
R$20.000,00 baixo 0,24 1,05 0,24 11,86
R$5.000,00 baixo 0,21 0,96 0,21 10,65
R$500,00 baixo 0,22 1,00 0,22 11,16
R$100,00 baixo 0,23 1,04 0,23 11,65

A tabela acima foi retirada do site de um banco e mostra os valores iniciais de aplicação para vários fundos com o mesmo perfil.

Observe:

  • As aplicações iniciais vão de R$100,00 a R$100.000,00
  • Quanto maior a aplicação inicial, maior tende a ser o rendimento acumulado

Além disso, quanto maior o valor inicial, menor a taxa de administração (no fundo de aplicação inicial de R$500,00 a taxa de administração é 2%, enquanto no fundo de aplicação inicial de R$100.000,00 a taxa de administração é 1%).

Isso ocorre porque ao aplicar muito dinheiro de uma só vez você está incorrendo em dois riscos:

  • Custo de oportunidade
  • Concentração em um único investimento

CUSTO DE OPORTUNIDADE

Custo de oportunidade é o risco que você corre de, ao comprometer todo seu dinheiro em alguma coisa, deixar de aproveitar possíveis oportunidades que possam surgir.

Ao colocar seu dinheiro em um investimento que tenha valor inicial muito alto, você estará deixando de poder aplicar em outros investimentos que porventura possam se tornar melhores do que esse.

Outra coisa que pode acontecer é você conseguir uma taxa de rendimento X e dali a algum tempo a taxa subir para 2X, mas você não tem dinheiro para investir mais.

CONCENTRAÇÃO EM UM ÚNICO INVESTIMENTO

Ao aplicar grande parte do seu dinheiro em um só investimento, você estará se expondo demasiadamente aos riscos que afetam aquele investimento. Se qualquer coisa der errado, você perderá grande parte do seu patrimônio.

COMO ANALISAR O VALOR INICIAL?

O Valor Inicial de um investimento estará sempre em conflito com o rendimento. Normalmente, quanto mais você investir de uma só vez, melhor será a taxa de rendimento que você irá conseguir, especialmente nas aplicações de Renda Fixa oferecidas pelos bancos.

Lembre-se que a primeira regra do pequeno investidor é diminuir os riscos. Para atingir esse objetivo o melhor que você pode fazer é diversificar e não comprometer todo o seu dinheiro em único investimento.

Por isso, procure investimentos cujo valor inicial não seja extremamente alto, ao mesmo tempo em que busca aqueles que oferecem melhores taxas em troca de valores iniciais um pouco maiores.

QUANTO EU PRECISO PARA COMEÇAR A INVESTIR?

O valor inicial depende de cada investimento e representa o valor mínimo de dinheiro que você deve ter para poder investir. Veja alguns exemplos:

Ações

  • O valor mínimo para se investir em ações é o mesmo que o preço de uma ação. O mínimo que alguém pode comprar é uma ação.
  • Os preços das ações variam de empresa para empresa, mas vão da faixa dos centavos até centenas de reais.
  • A maioria das ações tem o seu preço em uma faixa de R$5,00 a R$50,00 por ação.

Fundo de Investimento Imobiliário

  • O valor mínimo para se investir em Fundos de Investimento Imobiliário é o equivalente ao preço de uma cota. O mínimo que alguém pode comprar é uma cota.
  • O preço das cotas varia de fundo para fundo e vai da faixa das dezenas de reais até milhares.
  • A maioria dos FII tem a cota com preço entre R$50,00 e R$150,00.

Poupança

  • A poupança não possui valor mínimo. Você pode começar com um centavo se quiser.

Letra de Crédito Imobiliário

  • As letras de crédito imobiliário têm valores iniciais que vão de R$1.000,00 a R$30.000,00. Quanto maior o valor, melhor será o rendimento que você irá conseguir.

Tesouro Direto

  • O valor mínimo para se investir no Tesouro Direto é de R$30,00.

Espero que com estes exemplos você tenha visto que não é preciso ser rico para poder investir.

Continue seu aprendizado lendo o artigo “Liquidez de um Investimento” para saber mais sobre esse importante critério de análise de um investimento.

Compartilhe este artigo:

TwitterFacebookGoogle+BufferPin It