Aprenda a investir em Certificado de Depósito Bancário!

O QUE É CDB?

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é uma modalidade de investimento promovida pelos bancos e que equivale ao investidor emprestar dinheiro ao banco em troca de alguma rentabilidade.

Certificado de Depósito Bancário
Funcionamento do CDB

A principal atividade de um banco é emprestar dinheiro e receber juros. Mas o banco não empresta seu próprio dinheiro, na verdade ele utiliza uma parte do dinheiro dos clientes que está na conta corrente ou poupança para fazer esses empréstimos. Essa quantidade é limitada por lei e visa evitar que o banco não tenha dinheiro para lhe dar caso você queira sacar o seu da conta corrente. Já no caso de investimento em CDB, o banco pode utilizar todo o dinheiro em suas atividades e empréstimos, por isso, é vantajoso para o banco que os clientes invistam no CDB.

POR QUE INVESTIR EM CDB?

Investir em CDB pode ser uma boa opção caso você consiga uma boa taxa de remuneração (o que vai depender do banco em que você está investindo) e assim, mesmo pagando o imposto de renda, você poderá conseguir um ganho real acima do da poupança em troca de um risco relativamente baixo e protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito em até R$250.000,00.

COMO INVESTIR EM CDB?

Para investir em CDB basta procurar o banco em que você deseja investir e fazer a aplicação.

Se você deseja aplicar no banco em que você possui conta, a opção de aplicar pode estar disponível no seu Internet Banking. Você pode, também, falar direto com seu gerente e tentar negociar algum rendimento melhor.

Outra opção é abrir conta em uma Corretora de Valores que ofereça opções de investimento em CDB de diversos bancos.

RENDIMENTO DO CDB?

O CDB pode ser:

  • Prefixado: são aqueles em que o rendimento é fixo e definido no momento da aplicação (Ex: 10% ao ano)
  • Pós-fixado: são aqueles onde o rendimento é baseado em algum índice (Ex: 110% do CDI)

O rendimento oferecido para aplicação em CDB vai depender de fatores como:

  • Valor investido (quanto maior, melhor o rendimento)
  • Período de investimento (quanto mais longo, maior o rendimento)
  • Tamanho do banco (bancos menores oferecem rendimentos maiores)

O rendimento melhora à medida que o seu risco aumenta. Bancos pequenos e não conhecidos do público oferecem as melhores taxas porque o risco de eles falirem é muito maior do que o de um banco grande e estabelecido.

TAXAS DO CDB

Investidores em CDB pagam Imposto de Renda, cobrado na fonte, conforme a tabela de imposto regressivo:

  • Até 180 dias, alíquota de 22,5%;
  • De 181 a 360 dias, alíquota de 20%;
  • De 361 a 720 dias, alíquota de 17,5%;
  • Mais de 720 dias, alíquota de 15%.

Para operações com duração menor do que 30 dias, é cobrado o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) proporcional.

Aprenda a declarar seus investimentos em CDB no Imposto de Renda. Clique Aqui.

PAGAMENTO DE JUROS DO CDB

O recebimento dos seus rendimentos (ou juros) vai depender do contrato feito com o banco. Pode variar desde atualizações diárias do valor total, até pagamento dos rendimentos somente após o término do período de investimento.

VALOR INICIAL

O valor inicial de aplicação vai depender do contrato feito com o banco. Quanto maior o valor, melhor será o rendimento que você conseguirá. Além do valor inicial é preciso estar atento a:

  • Valor de resgate: valor mínimo para se fazer um resgate parcial do investimento
  • Saldo mínimo: valor mínimo que deve permanecer aplicado até o término do período

LIQUIDEZ DO CDB

A liquidez vai depender do contrato feito com o banco. Quanto mais tempo você se comprometer a deixar o dinheiro aplicado, melhor será o rendimento oferecido pelo banco.

De forma geral será necessário um período de aplicação mínimo de 30 dias a partir do qual a liquidez poderá ser diária com depósito automático na sua conta corrente caso seja feito o resgate dos valores aplicados. No entanto, pode ser que o período de aplicação mínimo seja maior do que 30 dias. É importante que você verifique com o banco em que irá investir as características do seu CDB.

RISCOS DO CDB

O principal risco do investimento em CDB é a falência do banco em que foi feito o investimento. Bancos pequenos costumam falir com certa frequência e os investidores do banco não receberão de volta o dinheiro que investiram.

Investimentos em CDB são garantidos pelo FGC em até R$250.000,00 por CPF, por instituição financeira, por isso evite aplicar quantias maiores do que essa em um mesmo banco.

O CDB não é um investimento muito eficiente para proteger o valor do seu dinheiro contra uma inflação alta. Além disso, devido ao Imposto de Renda regressivo, na maioria dos casos, o rendimento só será mais vantajoso em relação a outras aplicações de renda fixa (como a Poupança e o Tesouro-Direto) após 2 anos de aplicação.

Compartilhe este artigo:

TwitterFacebookGoogle+BufferPin It