INVE$TINDO

Aprenda a investir de forma simples e rápida!

Características de um Bom Investidor

O dinamismo do mercado pode levar os investidores a atuarem como apostadores em um cassino, tomando decisões emocionais e atribuindo a fatores externos a culpa pelos seus fracassos.

Para ser um investidor de sucesso, não basta ter o conhecimento adequado e boas estratégias, é preciso também ter o sangue frio de não se deixar levar pelas variações sem fundamento da Bolsa.

Fatores Essenciais

Fatores essenciais a qualquer investidor são:

  • Conhecimento adequado para agir por conta própria;
  • Tomar decisões baseado em informações concretas;
  • Confiar nas próprias decisões;
  • Se responsabilizar pelos seus erros;
  • Saber reconhecer as variações sem fundamento do mercado; e
  • Buscar uma melhoria contínua.

Mesmo que você seja um bum analista e saiba selecionar as empresas boas das ruins, haverá momentos de quedas excessivas nos preços das ações sem motivo aparente.

É nestes momentos que você precisará ter sangue frio e autoconfiança para saber que está certo e o mercado está exagerando e, assim, evitar vender suas ações em pânico, imaginando que o preço cairá indefinidamente.

Por outro lado, é preciso ter a frieza e a autocrítica para reconhecer que errou, encerrar maus investimentos e manter-se nos bons investimentos.

Reconhecer suas próprias falhas o levará a:

  • Reduzir sua exposição ao risco;
  • Buscar mais conhecimento; e
  • Evitar perdas desnecessárias.

Tais fatores farão você sobreviver no mercado financeiro e obter sucesso na sua estratégia de investimentos.

Especulação

É comum que os iniciantes queiram começar na Bolsa pela atividade de especulação, o campo dos experts. Como resultado, perdem dinheiro e atribuem a culpa do seu fracasso aos outros.

Infelizmente, a atividade de especulação é a atividade mais incentivada pelas corretoras e pelo governo, pois é através delas que essas instituições e o Estado conseguem arrecadar mais dinheiro.

Um especulador faz várias operações de compra e venda, pagando taxas, comissões e impostos, não importando se teve lucro ou se perdeu dinheiro.

Já o investidor tende a fazer poucas operações, às vezes não vendendo suas ações durante décadas e, portanto, não realiza o lucro da valorização da ação, o que resulta no pagamento de pouquíssimas taxas e impostos.

A Bolsa de Valores também se beneficia com as operações constantes, pois cobra taxas sobre cada operação. Além disso, ela prioriza sua atenção aos grandes investidores estrangeiros, que são a grande fonte das suas receitas, não se dedicando à educação e ao estímulo do pequeno investidor.

Confiança

É pelas razões apontadas anteriormente que o investidor, já sujeito às suas próprias falhas psicológicas, também é exposto a um sistema que não o estimula a seguir o caminho do sucesso.

É necessário, então, um esforço pessoal e solitário, cujo resultado só será visto depois de alguns anos.

Não obstante os desafios, o próprio caminho para o sucesso do investidor é muito recompensador e traz pequenos resultados a curto prazo, à medida que ele começa a ter um crescimento patrimonial oriundo dos seus rendimentos e da valorização dos seus ativos, vê sua renda aumentando progressivamente e dando-lhe a possibilidade de aumentar seu consumo e ter mais tranquilidade financeira.

O investidor, então, percebe o sucesso dos seus investimentos e ganha motivação para continuar se dedicando.

Última atualização: 2019-06-28