INVE$TINDO

Aprenda a investir de forma simples e rápida!

Taxa Livre de Risco

O que é uma taxa livre de risco?

Uma taxa livre de risco é a taxa de rendimento do ativo financeiro considerado como tendo o menor risco do mercado.

Na prática utiliza-se a taxa de rendimento praticada nos títulos públicos emitidos pelo governo federal como sendo a taxa de menor risco, tendo em vista o governo ser o devedor com menor chances de dar calote na dívida.

No Brasil, devido à características particulares do mercado de títulos, a taxa adotada como referência de taxa livre de risco é a taxa DI, popularmente chamada de CDI, podendo também ser utilizada a taxa SELIC.

Custo de Carregamento

A taxa livre de risco serve como referência para que um investidor avalie se o retorno obtido em algum título compensou o risco envolvido.

Ao investir em qualquer título que não seja o título livre de risco, o investidor corre um risco superior. Assim, espera-se que o retorno do investimento supere a taxa de retorno do título livre de risco.

Se o rendimento obtido com o investimento for igual ou inferior à taxa livre de risco, o investidor perdeu a oportunidade de ter aplicado seu dinheiro em investimentos que poderiam ter lhe proporcionado rendimento maior com menor exposição ao risco.

Sempre que um investidor deixae de aplicar nos títulos de menor risco, estará incorrendo no risco de não obter rendimentos satisfatórios.

A esse risco é dado o nome de custo de oportunidade.

Pode-se entender esse risco como um custo. O investidor deixa de ganhar a taxa livre de risco (custo) esperando obter retornos maiores em outros investimentos.

Assim é comum ouvir a expressão custo de carregamento para se referir ao rendimento que poderia ser ganho ao aplicar o dinheiro em títulos de baixo risco.

No mercado financeiro, para calcular o rendimento líquido de um título, deduz-se o custo de carregamento do rendimento bruto.

Rend.Lıˊquido=ValorResgateCustoCarregamentoRend.\,Líquido = Valor\,Resgate - Custo\,Carregamento

Fórmula 1 - Cálculo do rendimento líquido de um ativo descontando-se o custo de carregamento.

Exemplo

Suponha que você tenha aplicado R$100,00 a uma taxa anual de 10,00% em um título privado (mais arriscado).

Após um ano, seu rendimento será de 10,00% ou R$10,00.

Digamos que CDI tenha sido de 5,00% para o mesmo período. Ou seja, você poderia ter aplicado seu dinheiro a um risco mínimo no mesmo período e obtido um rendimento de 5,00%. Em outras palavras, o seu custo de carregamento foi de 5,00%.

Utilizando o valor aplicado, chegamos a um valor final do custo de carregamento de R$105,00.

CustoCarregamento=ValorInvestido×TaxaLivredeRsiscoCusto\,Carregamento = Valor\,Investido \times Taxa\,Livre\,de\,Rsisco

Fórmula 2 - Cálculo do custo de carregamento.

Dessa forma, qualquer resultado menor ou igual a R$105,00 representou uma oportunidade perdida para o investidor.

Como no nosso exemplo o valor resgato foi R$110,00, tivemos um ganho financeiro líquido de R$5,00 ou 5,00%

Última atualização: 2019-12-06